| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Jornal Segundo Amanhã
Desde: 01/08/2012      Publicadas: 17      Atualização: 14/08/2012

Capa |  Biologia  |  Física  |  Geografia  |  História  |  Matemática  |  Olimpiadas  |  Português  |  Química


 Português

  08/08/2012
  0 comentário(s)


Política no Brasil

Ministro não vê prejuízo eleitoral no mensalão.

Para ministro, quem quiser tirar proveito do mensalão vai se desiludir.

Ministro foi questionado sobre se o julgamento prejudica o PT nas eleições.
Carvalho disse que orientação de Dilma é para não acompanhar julgamento.

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, afirmou nesta terça-feira (7) que as pessoas que pretendem "tirar proveito" do julgamento do mensalão vão se decepcionar. Ele afirmou que o povo sabe "colocar cada coisa no seu lugar".

"Se decepcionarão muito aqueles que apostam em tirar proveito e que parcializam os julgamentos e as opiniões pensando que isso poderá causar um grande prejuízo, inclusive eleitoral", afirmou.

O ministro conversou com jornalistas ao participar do lançamento da campanha "Compromisso e Atitude " Enfrentamento à Impunidade e à Violência contra a Mulher", em Brasília.

Questionado se o julgamento do mensalão poderia prejudicar o desempenho do PT nas eleições municipais deste ano, o ministro afirmou não poder "falar pelo futuro", mas destacou que, apesar do escândalo iniciado em 2005, a população reelegeu Lula em 2006 e colocou Dilma no poder quatro anos depois.

"Aqueles que, em 2005, apostaram que aquele processo das CPIs iria provocar uma desconstrução do governo Lula, viram o resultado. Quando baixou-se a espuma do debate político, ficou a realidade dos fatos, que era um país que estava mudando, um país que estava crescendo, distribuindo a renda e fazendo um processo que foi apoiado pela grande maioria da população já em 2006 e depois em 2010", disse Carvalho.

O ministro afirmou que povo brasileiro tem "sabedoria para colocar cada coisa no seu lugar" e que o projeto político do PT não sofrerá desgaste porque o governo vai continuar "fazendo o Brasil atravessar essa crise com tanta dificuldade, seguindo crescendo e distribuindo renda."

"Temos a convicção de que aqueles que apostam nesse processo como um desgaste deste projeto político se decepcionarão porque o povo avalia sua vida, sua realidade, sua justiça, tem sabedoria para colocar cada coisa no seu lugar", disse.

Gilberto Carvalho reafirmou a orientação dada pela presidente Dilma Rousseff de que o governo deve seguir trabalhando independente do processo analisado pelo STF. Ninguém deve perder nenhum minuto de trabalho para acompanhar o julgamento do mensalão, segundo ministro.

"A ordem da presidenta Dilma é para que ninguém perca um minuto do seu trabalho vendo ou acompanhando o processo. Que se informe, naturalmente, nas horas vagas, mas que siga trabalhando com o maior rigor, como é praxe da presidenta Dilma e do nosso governo", declarou.


  Autor:   João Pires


  Mais notícias da seção Primeira semana no caderno Português
07/08/2012 - Primeira semana - Funções Sintáticas do Numeral Cardinal
O Emprego do Cardinal....
01/08/2012 - Primeira semana - Numeral
Na Língua Portuguesa, o numeral se divide em dois grupos: cardinais e ordinais. ...



Capa |  Biologia  |  Física  |  Geografia  |  História  |  Matemática  |  Olimpiadas  |  Português  |  Química
Busca em

  
17 Notícias